25/01/2008

PAISAGENS DO RIO LONGÁ EM BOQUEIRÃO DO PIAUÍ

Essa é a paisagem do Rio Longá quando cheio. Muitos aproveitam para pescar, principalmente de tarrafas ou de anzol, no período em que as águas trazem os peixes que ficaram vários meses isolados em pequenos lagos formados nos períodos de seca do rio.

Os peixes mais comuns neste rio são: a branquinha, a curimatá, o mandi, o cumbá e o carrião. Mas também, num bom dia de pesca, é possível conseguir um surubim - maior peixe desse rio que pode chegar a medir mais de um metro e pesar mais de 10 quilos.

O Rio Longá possui belas paisagens que pode ser contempladas pelos visitantes. Especialmente pelo contraste das rochas escurecidas e bastante erodidas com a mata ciliar bem conservada.

Mas nos últimos anos os pescadores vem reclamando que os peixes estão ficando cada vez mais escassos. Isso pode ser explicado, principalmente, pela pesca predatória.

Muitos pescadores utilizam formas inadequadas para pescar, como o tingui (raiz utilizada para desorientar os peixes) usado nos períodos em que o rio está seco, formando várias possas d'água onde os peixes procuram refúgio. Na época da piracema (desova dos peixes) é comum ver pescadores utilizando redes de pescas, o que também é proibido.

"Este site usa cookies do Google para fornecer seus serviços e analisar o tráfego. Seu endereço IP e user agent são compartilhados com o Google, além das métricas de segurança e desempenho, para garantir a qualidade de serviço, gerar estatísticas de uso e detectar e eliminar abusos."