26/02/2011

COMBATE AO FOCO DA DENGUE EM BOQUEIRÃO DO PIAUÍ

A secretaria municipal de saúde de Boqueirão do Piauí está realizando um multirão de alerta e de combate a dengue. O multirão está sendo realizado nos principais povoados e em toda a cidade.

O objetivo é alertar a população, fortalecendo iniciativas que evite a proliferação do mosquito transmissor da dengue (aedes aegypti). A equipe, formada principalmente por profissionais da saúde do município, recolhem pequenos depósitos onde pode acumular água e sensibilizam as pessoas para ajudar no combate ao foco. Um carro de som acompanha o multirão para informar sobre as ações que devem ser tomadas pelos moradores.

O secretário de saúde Chico Pinto disse que as lavras colhidas pelos agentes de endemia do município e encaminhadas para análise na regional de Campo Maior, possui um alto índice positivo. Ele informou ainda que a situação de alerta é maior no Povoado Rua Dez onde a proporção de lavras positivas foi de 15/20. Na cidade, o índice é de 5/20 encontradas principalmente no Bairro Alecrim.

Felizmente nenhum caso de dengue foi confirmado no município, mas o trabalho de prevenção deve continuar e precisa ganhar maior participação da sociedade.
___________________________________________________________
Sintomas - Há suspeita de dengue em casos de doença febril aguda com duração de até 7 dias e que se apresente acompanhada de pelo menos dois dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores musculares, dores nas juntas, prostração e vermelhidão no corpo.

Tratamento da dengue - O tratamento requer bastante repouso e a ingestão de muito líquido, como água, sucos naturais ou chá. No tratamento, também são usados medicamentos anti-térmicos que devem ser recomendados por um médico.

Prevenção da dengue - A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente para evitar o nascimento do mosquito, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação.
LEIA MAIS...

18/02/2011

ASSALTO A LAN HOUSE EM BOQUEIRÃO DO PIAUÍ

Bandidos assaltaram uma lan house em Boqueirão do Piauí na madrugada desta sexta-feira. Foram levados cinco computadores, uma máquina copiadora e uma pequena quantia em dinheiro. O prejuizo calculado é de mais de dez mil reais.

Segundo o proprietário, José Raimundo, conhecido como Sabará, ao chegar para abrir o estabelecimento, percebeu que a porta encontrava-se fechada, mas sem o cadeado. "Foi um choque quando vi que tinham roubado os computadores" disse Sabará.

O impressionante foi a ousadia do assaldo, já que a Lan House fica localizado no centro da cidade à pouco metros do posto de saúde, onde tem um vigia noturno, e não muito distante da delegacia de polícia. Uma vizinha disse que ouviu um barulho de um carro chegando na porta do estabelecimento, mas não saiu pra ver.

O dono, José Raimundo, encontra-se bastante abalado com o ocorrido já que montou a lan house há pouco menos de um ano, "acredito que esse assalto foi planejado com um tempo, não tenho certeza se houve alguma motivação pessoal... Mas vou dar prosseguimento ao negócio, vou levantar a cabeça e bola pra frente" declarou.

O delegado Pedro Filho disse que esse caso trata-se de um furto qualificado e que já tá apurando as pistas. Disse também que ainda não tem certeza se o crime foi praticado por um indivíduo ou se foi por uma quadrilha. "Há suspeitas, mas precisamos apurar melhor o caso" declarou o delegado.

É um tipo de crime ao qual os boqueirãoenses não estão acostumados - e nem devem, pois a cidade é pacata e quando ocorre algum assim a população fica assustada.
fonte: meionorte.com
LEIA MAIS...

16/02/2011

FLAGRANTES DE AGRESSÃO AO RIO LONGÁ

Especialmente nesse período de cheia do Rio Longá recebe muitos visitantes aproveitam principalmete os finais de semanas para o lazer em suas águas, que em algumas partes são agitadas com a formação de cachoeiras.

O trecho do Rio Longá aqui em Boqueirão é de uma beleza exuberante, as rochas escurecidadas contrastando com a coloração barrenta das águas e o verde da vegetação de suas margens ajudam a montar uma paisagem atraente aos olhos.

O rio fica a aproximadamente 3 km da cidade e nessa época de cheia é um convite para o lazer do banho e da pesca.


Nos finais de semana á área onde fica a barragem fica lotada. Mas junto com os visitantes vem também a sujeira que eles deixam. É um desrespeito ao meio ambiente e uma agressão a esse rio tão generoso.

Os flagrantes desse desrespeito é bem visível, como podem serem percebidas nas imagens, muitas latas de cervejas, garrafas, copos, sacos plásticos e outros lixos domésticos são deixados para trás pelos frequentadores. O pior é quando há eventos no local e alguns quebram garrafas de vidro que são jogados na água que pode até causar acidentes.

O ideal seria que os frequentadores recolhessem o lixo, especialmente os de difícil degradação, para que pudesse serem jogados em um local mais adequado. Os promotores de eventos devem disponibilizar um recipiente para a coleta do lixo e ainda promover a conscientização dos visitantes quando houver festas no local.
LEIA MAIS...

05/02/2011

ANÁLISE DA POLÍTICA ATUAL DE BOQUEIRÃO DO PIAUÍ

Se tem uma coisa que os boqueiraoenses gostam é de discutir política. Nos finais de semana alguns costumam se juntar nos bares da cidade e, entre outros, é o assunto que se destaca. O bate papo político ganhou até um apelido DDS - não sei explicar porque. O que acho legal é que críticos e defensores se juntam e discutem cada um com seu ponto de vista, sem afetar muito os laços de amizade.

Há pouco menos de dois anos das próximas eleições municipais as especulações são muitas. Quem vai ficar com quem? Quem tem e quem não tem votos? Quem ganha e quem não ganha? Óbvio que qualquer previsão agora é bastante precipitada considerando que em se tratando de política o cenário pode mudar em curto espaço de tempo.

A oposição local encontra-se muito fragmentada e buscam juntar forças, apesar de muitos interesses serem bem divergentes. Já o grupo da situação não conseguiu manter todos os que fizeram parte da campanha passada, mas conseguiu certa estabilidade para assegurar a governabilidade com alianças costuradas entre as principais líderanças políticas.

É importante perceber que o perfil do eleitorado boqueiraoense vem mudando devido ao fato das pessoas estarem cada vez mais emancipadas de informações e com melhores condições de renda, conquistando assim mais dignidade. Também contribui o fato das pessoas terem mais acesso e maior proximidade com a administração atual que vivencia os problemas e dificuldades da população [que não acontecia até pouco tempo] isso explica, talvez, uma maior cobrança por melhorias - o que é bom.

Há ainda uma valorização e uma cobrança exagerada de ações puramente políticas (jogo de interesses) em detrimento de ações administrativas. Muitas frases explicam bem isso, como: "é bom administrador, mas não sabe fazer política"; "pode até pintar de ouro, mas isso não basta". Mas acho que por conta da mudança de perfil, o eleitorado têm uma tendência cada vez maior de valorizar mais o trabalho administrativo do que o jogo de interesses da politicagem.

Com relação a próxima eleição municipal local acho que não terá mais a motivação das campanhas de 2004 e 2008, onde havia a idéia de resgatar a dignidade dos boqueiraoenses, tempos em que os funcionários sofriam com salários atrasados, o comércio local amargava com a fraca economia, entre outros graves problemas. Isso tudo motivava as pessoas a vencerem o medo de mudar e a buscarem melhorias.

Observando como tem se configurado, a disputa política em Boqueirão parece que vai tomando um caráter mais de desavensas pessoais e de interesses pelo poder apenas, sem muita perspectivas de mudanças administrativas. Disputa em que se defenderá somente a permanência e/ou troca de peças nessa engrenagem do poder.

Acho também que a atual administração, cujo o discusso foi de que priorizou os trabalhos nos dois primeiros anos na busca por resolver as pendências e gargalos que barravam os créditos federais ao município - o que é ensencial para o desenvolvimento - precisa agora mostrar que fizeram a coisa certa. Especialmente melhorar as condições estruturais, principalmente da própria cidade. Mas apesar dos prós e contras, vejo que até o momento os boqueirãoenses não tem como se envergonhar da atual gestão municipal, já que os pontos positivos superam bem os negativos.

Diante de tudo isso o importante mesmo é que nós boqueirãoenses tenhamos o cuidado para que as conquistas dos últimos anos possam ser garantidas e ampliadas. Não podemos fortalecer nem a "arrogância do poder" e nem a "ganância pelo poder" para não atrapalhar ainda mais o desenvolvimento do nosso município, que já poderia está bem mais avançado.
LEIA MAIS...